Projeto de mobilidade em Lisboa com financiamento europeu

  • 07 agosto 2019, quarta-feira
  • Gestão

O FEDER vai conceder 82 milhões de euros para financiar projetos urbanos europeus nas áreas da segurança, tecnologias digitais, ambiente e inclusão. Estes projetos foram propostos por cidades no âmbito do quarto convite à apresentação de propostas para as Ações Urbanas Inovadoras, uma iniciativa executada pela região francesa de Hauts-de-France.

Um desses projetos terá lugar em Lisboa e versa sobre transição digital, que obteve financiamento nesta categoria juntamente com mais seis iniciativas de outras cidades. O projeto VOXPOP vai facilitar a apresentação de comentários dos utilizadores para melhorar o sistema de mobilidade da cidade.

A categoria de transição digital tem como objetivo abrir oportunidades para pessoas e negócios e impulsionar a Europa enquanto líder em Economia Digital. Espera-se que o mercado digital contribua com 415 biliões de euros por ano para a economia europeia e crie centenas de milhar de novos empregos. O desenvolvimento económico em matéria de dados na Europa implica trabalhar para aceder e transferir dados, trabalhar na fiabilidade dos dados, na sua interoperabilidade e standards. Numa sociedade digital inclusiva, os cidadãos terão mais literacia e consequentemente mais oportunidade de encontrar bons empregos, e as autoridades irão oferecer melhores serviços.

Neste sentido, os projetos financiados ao abrigo das Ações Urbanas Inovadoras deverão contribuir para implementar soluções apropriadas para smart cities, incluindo modelos de negócio e financiamento, soluções de eGovernment centradas no cidadão, criar valor através do acesso livre e ético aos dados, acelerar a adoção de tecnologias emergentes e criar um ambiente favorável à inovação.

Newsletter Indústria e Ambiente

Receba quinzenalmente, de forma gratuita, todas as novidades e eventos sobre Engenharia e Gestão do Ambiente.


Ao subscrever a newsletter noticiosa, está também a aceitar receber um máximo de 6 newsletters publicitárias por ano. Esta é a forma de financiarmos este serviço.