Pesticidas banidos continuam a afetar cursos de água na Europa

Apesar de a União Europeia ter já banido diversos pesticidas, a sua toxicidade continua a causar danos, já que alguns destes químicos podem permanecer no ambiente durante décadas.

Os invertebrados aquáticos são particularmente vulneráveis a pesticidas, já que estes podem alterar o seu comportamento alimentar, crescimento e mobilidade. O estudo “Sources, occurrence and predicted aquatic impact of legacy and contemporary pesticides in streams” permitiu perceber que os pesticidas persistentes podem aumentar a toxicidade dos cursos de água até 10 mil vezes, quando comparados com os resíduos dos pesticidas de uso corrente.

A partir de 1940, foram introduzidos muitos pesticidas eficazes e considerados seguros à época, como o diclorodifeniltricloroetano (DDT). Mais tarde, veio a saber-se que muitos destes químicos tinham efeitos tóxicos, como carcinogenicidade, pelo que foram banidos. No entanto, o seu tempo de vida longo faz com que persistam no ambiente várias décadas após a proibição do seu uso.

Os investigadores analisaram a presença de pesticidas contemporâneos e antigos em 14 cursos de água na Dinamarca, e usaram os resultados para prever os níveis de toxicidade desses cursos de água. Tiveram em conta a influência da água de superfície e de profundidade nas concentrações através de amostras recolhidas pouco depois de períodos de elevada precipitação, quando o caudal era grande, e durante períodos de baixa precipitação, quando as águas profundas seriam, à partida, a principal fonte de fluxo. Doze dos cursos de água analisados localizavam-se em zonas onde a agricultura representava 80 por cento ou mais do uso do solo.

Foi detetado um total de 32 pesticidas. Dois dos mais comuns tinham deixado de ser comercializados na Dinamarca na década de 80. Os investigadores acreditam que estes pesticidas foram transportados pela atmosfera. Os inseticidas que se ligam aos sedimentos são a principal fonte de ecotoxicidade.

De salientar que foram detetados oito dos nove pesticidas incluídos na lista de 33 Substâncias Prioritárias que integra a Diretiva-Quadro da Água.

Mais informação aqui.

Newsletter Indústria e Ambiente

Receba gratuitamente no seu email todas as novidades e eventos sobre Engenharia e Gestão do Ambiente.